Filosofia do Sucesso – Napoleon Hill

Se você pensa que é um derrotado,
você será derrotado.
Se não pensar “quero a qualquer custo!”
Não conseguirá nada.
Mesmo que você queira vencer,
mas pensa que não vai conseguir,
a vitória não sorrirá para você.

Se você fizer as coisas pela metade,
você será fracassado.
Nós descobrimos neste mundo
que o sucesso começa pela intenção da gente
e tudo se determina pelo nosso espírito.

Se você pensa que é um malogrado,
você se torna como tal.
Se almeja atingir uma posição mais elevada,
deve, antes de obter a vitória,
dotar-se da convicção de que
conseguirá infalivelmente.

A luta pela vida nem sempre é vantajosa
aos fortes nem aos espertos.
Mais cedo ou mais tarde, quem cativa a vitória
é aquele que crê plenamente
Eu conseguirei!

Napoleon Hill

O espelho

Para sentirmos bem, é preciso atualizarmos a mente, os pensamentos, os valores e a forma de encaramos os desafios. É mais fácil revoltarmos contra os outros, do que olharmos para dentro.

Paramos? Retrocedemos? Deixamos de lutar…inseguranças cristalizadas… sonhos abandonados…princípios corrompidos…resultados frustrados!

É hora de trocarmos as roupas, arrancarmos as máscaras e o mais difícil: Encararmos nós mesmos, no espelho da nossa vida! Olho por olho! Sonho por sonho! Você por você!

Antes de se entregar à derrota, levante a cabeça, se dê a oportunidade, vá a luta e coragem para enfrentar o desconhecido, com o pensamento: EU QUERO, PORTANTO EU FAÇO! E VOCÊ?

Bento Augusto

Hino à bandeira do Brasil

I.

Salve lindo pendão da esperança!
Salve símbolo augusto da paz!
Tua nobre presença à lembrança
A grandeza da Pátria nos traz.

II.

Recebe o afeto que se encerra
em nosso peito juvenil,
Querido símbolo da terra,
Da amada terra do Brasil!

III.

Em teu seio formoso retratas
Este céu de puríssimo azul,
A verdura sem par destas matas,
E o esplendor do Cruzeiro do Sul.

IV.

Contemplando o teu vulto sagrado,
Compreendemos o nosso dever,
E o Brasil por seus filhos amado,
poderoso e feliz há de ser!

V.

Sobre a imensa Nação Brasileira,
Nos momentos de festa ou de dor,
paira sempre, sagrada bandeira
Pavilhão da justiça e do amor!

Salmo 133

Oh! Quão bom e suave é que os irmãos vivam em união! É como o óleo precioso sobre a cabeça, que desce sobre a barba, a barba de Aarão e desce para a orla de suas vestes. É como o orvalho de Hermon, que desce sobre os montes de Sião. Porque ali o Senhor ordena a bênção e a vida para sempre.